Portal do Governo Brasileiro
Fale Conosco

(Consed) FNE realizou encontro nacional com Fóruns Permanentes de Educação

 

Matéria publicada pelo "Consed" em 11 de maio de 2016 (Confira o link)

 

Conae 2018 e criação e fortalecimento dos FMEs foram pautas centrais

 

O Fórum Nacional de Educação - FNE realizou reunião ampliada, intitulada "Encontro Nacional dos Fóruns Permanentes de Educação – Direito à educação para uma sociedade democrática", com coordenadores dos Fóruns Estaduais/Distrital. O encontro foi realizado no Auditório do MEC, em Brasília, entre segunda 9/5 e terça-feira 10/5. A professora Fátima Gavioli, secretária de Estado de Educação de Rondônia, que representa o Consed no Fórum participou ativamente das discussões.

A pauta do encontro foi intensa. Na oportunidade, o Fórum discutiu o documento preliminar de estrutura do Documento-Referência da Conferência Nacional de Educação de 2018 - Conae 2018 e seus desdobramentos, convocado por decreto pela Presidente da República, para os preparativos da terceira edição da Conferência.

A proposta do evento proposto pelo Fórum Nacional de Educação também foi pensar estratégicas comuns para criação e fortalecimento dos Fóruns Permanentes de Educação nos municípios, os Fóruns Municipais de Educação - FMEs.

O coordenador do Fórum Nacional de Educação, Heleno Araújo, afirma que este encontro tem caráter mobilizador e organizacional. "O objetivo do FNE é contribuir com a mobilização dos Fóruns Estaduais de Educação e trabalhar pela criação e fortalecimento dos Fóruns Municipais de Educação, além de receber as contribuições dos Fóruns Estaduais e Distrital de Educação para organização da Conae 2018".

Durante o encontro, Mercadante falou sobre a valorização da carreira do magistério: "Se não continuar havendo um crescimento sustentável do piso salarial, não teremos qualidade da educação nesse país", que passa pela valorização profissional e pelo aumento real do salário dos professores para uma educação de qualidade. "Se não continuar havendo um crescimento sustentável do piso salarial, nós não teremos qualidade da educação nesse país", disse o ministro. "Sem carreira e sem salário é muito fácil falar em qualidade da educação; difícil é ir para a sala de aula e trabalhar 40 horas semanais 'comendo' pó de giz para receber um piso de R$ 2 mil."

 

Fóruns Municipais

No Brasil, foram mapeados 1.734 Fóruns Municipais de Educação. O dado foi obtido por meio de levantamento feito pela Secretaria Executiva do Fórum Nacional de Educação, no final de 2015 e início de 2016. Levantamento feito anteriormente, de maneira ainda precária em abril de 2015, a existência de cerca de 615 Fóruns Municipais. Então, um ano depois, tem-se três vezes mais fóruns municipais instituídos Uma das temáticas centrais deste encontro, é pensar estratégias comuns para criação e fortalecimento destes espaços. O coordenador do FNE reafirma que os Fóruns nos estados e municípios contribuem para o debate e participação na educação. "Eles também, asseguram um nível de estabilidade e segurança no desempenho de suas funções de articulação, mobilização e debate, tão importantes para o desenvolvimento de uma educação de qualidade social, com gestão democrática".

 

Com informações da ASCOM/FNE

 


Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal