Portal do Governo Brasileiro
Fale Conosco

Fórum da Bahia leva o debate de temas educacionais ao interior do estado

O Fórum Estadual de Educação da Bahia (FEEBA) já reuniu cerca de mil pessoas em 13 cidades diferentes do interior baiano em uma série de encontros para discutir o Sistema Nacional de Educação (SNE), o alinhamento dos Planos Educacionais – Plano Nacional de Educação (PNE), Plano Estadual de Educação (PEE) e Planos Municipais de Educação (PMEs) –, Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a Formação de Professores. Ainda estão previstos encontros em Juazeiro, Ilheus e Paulo Afonso.

 

Segundo o coordenador do FEE, Nildon Pitombo, o balanço destes encontros tem sido muito positivo, com registros de frequência dos participantes, Conselhos Municipais de Educação, gestores de escola, professores, estudantes, membros do Ministério Público, da Câmara de Vereadores, secretários e secretárias Municipais de Educação. "Isso dá consistência às discussões, quase sempre levando à esperança, à vontade de criação dos Fóruns Municipais de Educação", ressalta. "A Avaliação que todos nós estamos fazendo é de muita alegria, por levar a esperança da participação popular no monitoramento e acompanhamento dos PME, no consenso de aumentar a qualidade da educação. Isso reforça o sentimento da agenda colaborativa e da emergência do Sistema Nacional de Educação", complementa Nildon. Para ele, o ponto chave é a necessidade de se alterar a sistemática de formação dos professores, com vistas à atenção aos indicadores, à plenitude da proficiência, à melhoria do sucesso dos estudantes e ao diálogo entre os professores e de suas disciplinas.

 

Sistemas

Além da BNCC, Planos Educacionais e Formação de professores, o Fórum também volta os olhos para o Sistema Nacional de Educação e a criação de uma proposta preliminar de Lei para o Sistema Estadual de Educação (SEE). Para isso, o FEE criou uma Comissão que tem trabalhado no rascunho do texto. A coordenação do Fórum de Educação da Bahia informa que, a discussão até agora estabelecida pela sub-comissão adverte para a necessidade se revisar normas e resoluções advindas de Conselhos de Educação, considerando o aporte de redefinições proclamadas nos Planos de educação, de modo a se discutir, em cada Conselho, a apropriação desse fato.

 

A publicação do texto deve ser feita após aprovação do Plano Estadual de Educação, em trâmite na Assembleia Legislativa, e entregue as instâncias Legislativa e Executiva do poder estadual. "É uma perspectiva de integração e alinhamento. O alinhamento para colocar a pauta do Plano Estadual de Educação em andamento, bem como os aperfeiçoamentos da educação infantil, da educação básica e superior, e, a regulação sobre a rede privada. Entendimentos de sempre buscar os alinhamentos para as regulações e melhoria da educação básica e superior", ressalta o coordenador do Fórum de Educação da Bahia.

 

Leia mais

Bahia se prepara para intensificar discussões no interior do estado

Assessoria de Comunicação Social do Fórum Nacional de Educação


Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal